Blog
Now Reading
1ª Oficina de Direito à Diversidade e à Igualdade
0

1ª Oficina de Direito à Diversidade e à Igualdade

21/11/2018

Alice Alves

A 1ª Oficina de Direito à Diversidade e à Igualdade aconteceu no CEDUC Virgílio Resi, em 7 de junho de 2018, e  teve a coordenação do professor Adalberto Arcelo e a participação de Thays Vieira de Oliveira e Maria Clarice Pinto Ferreira, extensionistas do Projeto Ponto Jovem e estudantes de Direito da Puc Minas.

No início da oficina foi feita uma apresentação sobre o Projeto Ponto Jovem. Após a breve apresentação, foi iniciada a exposição da história do Estatuto da Juventude dentro do Congresso Nacional e todo o processo para que fosse sancionado. A partir daí, foram apresentados vários artigos do Estatuto que garantem aos jovens, direitos e também deveres, em relação à diversidade e à igualdade. Para concluir o tópico, os extensionistas reproduziram um vídeo curto do projeto que abordava os onze direitos previstos pelo Estatuto da Juventude.

 A extensionista Thays Vieira e  os jovens participantes e alunos do CEDUC Virgílio Resi

Ao aprofundar nos dispositivos previstos pelo Estatuto, foram abordados diferentes aspectos relacionados à diversidade e à igualdade. Assim, foi feita a primeira dinâmica que consistiu em uma atividade sobre privilégios. Foi desenhada uma linha e todos deveriam estar na mesma linha. Á medida que foram respondendo às perguntas, os jovens deveriam dar passos para frente, para trás ou ficarem parados. As perguntas eram sobre diversidade de pensamento e cultura. Como por exemplo: “Quem já teve que voltar para casa à noite e sentiu medo de ser assediado?” Se a resposta fosse sim, o jovem deveria dar um passo à frente.

Após a primeira dinâmica, foi aplica a segunda dinâmica que consistia numa roda de conversa sobre a diversidade dentro do próprio grupo e entre homens e mulheres. Ali os jovens puderam trocar experiências e relatar preconceitos, discriminações e dificuldades.

As dinâmicas da oficina propiciaram uma grande interação entre os jovens

Os jovens do CEDUC Virgílio Resi, a partir da 1ª Oficina de Direito à Diversidade e à Igualdade, ampliaram o olhar sobre o diferente e tiveram a oportunidade de reconhecer o quanto os diversos estilos, nacionalidades, culturas e tradições agregam na vida social e interação com outros jovens.

CRÉDITOS DAS FOTOS

Acervo CEDUC Virgílio Resi

Leave a Response

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.